terça-feira, 28 de novembro de 2017

Poesia


www.google.com.br

Receber poesia
Meu nome proclamar
Minha vida alegrar
Meu coração exclamaa

Receber poesia
Tua voz recitar
Em meu ouvido sussurar
Meu nome a brilhar

Quero hoje falar
Que a piesia me libertou
Encheu-me de amor
E meu desejo aguçou

Como então esquecer?
De um amor primeiro
Que realizou-se por inteiro
Meus desejos primeiros, segundos, terceiros...



Complicado




www.google.com.br

Complicado amar você
Confiança cessou trazendo desamor
Como ficar feliz com complicação
Sem prometer nada
Sem pespectiva, direção...
Vivendo em turbilhão de emoção
Sem nada a programar
Minha vida, rédias tomar
Como faço com tamanha confusão?
Quero enfim voltar pra mim
Sem angústia afins

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Outro lugar

www.google.com.br

Quero ir embora
Para lugar distante
Onde possa passear
 Sem precisar te encontrar
Lugar claro, com esperança
A limpar minha lembrança
Quero ir embora
Cercar-me de alegria
 Em aldeia ou ilha
Junto da natureza
 A aquebrantar minha dureza
Sem olhar para trás 
A procura do rapaz
Quero ir embora
 Para bem longe daqui
Levando só os planos
Que fiz debaixo dos panos
 Para não ser descoberta
Deixando a porta aberta

Mente Vazia


www.google.com.br

Esvaziar a mente
Quando você mente
O coração sente
A vida presente
Meu carinho vai levando
Vida que fica em pensamento
A olhar o firmamento
Mente vazia
Trazendo-me harmonia

O que?

www.google.com.br

O que estou fazendo aqui?
Sinto-me perdida, sofrida...
Não consigo levantar
 E nova decisão tomar
 Não sei o que faço aqui
 Se sei o que vai acontecer
 A história vai repetir-se
Outra vez revelar-se
 Você a desejar, sem coragem
Deixar a vida passar
 Não se propôs 
És o homem do: “depois...”

Absorta

www.google.com.br

Absorta em meus pensamentos
Querendo encontra amor
Aquele que outrora busquei
E no caminho desvencilhei
Penamento leva-me a sentir
E ver você partir
Quero novos ares 
Nova ideia respirar
Sem ter que me equilibrar
Na vida que você dar
Quero muito me encontrar
No caminho que perdi
Fazendo o que pensei ser reto
Quero encontrar o caminho certo

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Vi você





www.google.com.br

Olhei no impulso 
Como uma inculta 
Queria saber o que fazer 
No entanto, sabia 
Não era normal 
As ligações e mensagem banal
 Um gesto fatal 
Descobri todo mal 
Nu na cama a deitar
 Minha admiração acabar
 As suspeitas confirmar 
Confiança foi para não mais voltar
Do outro lado, ela se expôs
Pela paixão que propôs 
Segura mostrando toda a fissura 
De safada sem frescuras 
Desculpas esfarrapadas 
Sem sentido contou
Não fostes leal comigo
 Mas o que esperar? 
Do homem a me enrolar!